Archive | setembro 2010

41. Primeiro ano de vida.

Se é verdade o que dizem, que a vida começa aos 40, então ontem eu fiz meu primeiro ano de vida.

Vejamos o que essa nova vida me reserva, mas a sensação que tenho é de que cada dia é um dia mais sereno que o anterior.

Hoje já não me importo mais em fazer tantas perguntas, e também estou me importando menos em responder a muitas delas.  Live and let die, I guess…

Abraço aos amigos que foram garantir que eu continue fazendo um ano a cada vez: Clemente, Erica, Fabiano, Fernanda, Guilherme, Luana, Mariana, Marília, Porks, Prioste, Queiroz e Simões, e um abraço àqueles que conseguiram fazer com que eu atendesse ao telefone , mas só vou mencionar o Michelon porque todas as outras chamadas foram de mulher, e isso vai dar problema.  Err, acho que acabei de causar mais problema ainda.

Por fim, agradecimento especial a meus filhos, à mamãe, minha irmã e meu irmão, e à Cris, por conseguirem me suportar dia após dia.  Uns por suportar minha presença, outros por suportar minha ausência.  No fim, quando terminar, não terá sido em vão.

Prova de que deu tudo certo foi o Love Car não ter aparecido.  Caso contrário, hoje eu teria amanhecido no xadrez. Ufa, dessa escapei.

Inté a próxima!